IMPORTAR PARA REVENDER VALE A PENA?

IMPORTAR PARA REVENDER VALE A PENA?

imagem-fundo-cinza-menor-consultoria-em-projetos1

 

Sabemos que o dólar está muito valorizado em relação a real, fechando próximo aos 4 reais.E aí você pode pensar importar para revender vale a pena?

Isso pode desanimar um pouco quem pensava em importar produtos dos EUA  para revender e

ter uma renda extra ou mesmo viver disso.

A verdade é que mesmo no cenário atual ainda é possível fazer dessa atividade uma boa fonte

de lucro. Vou provar isso para vocês.

Dando uma olhada nos principais mercados de produtos importados que temos aqui no Brasil

(Tênis, roupas, acessórios, perfumes…) encontramos um mercado feroz e com muitos

concorrentes para um mesmo nicho.

Você pode entender o grande número de concorrentes como um fator negativo para quem

quer iniciar no mercado, mas não é. Pense comigo, se existem tantos concorrentes assim e

todos eles têm seu espaço no mercado, isso significa que a demanda por esses produtos

também é grande. E onde existe demanda é sempre possível vender o que procuram.

Bom, entendendo que esse é um mercado vantajoso, é sempre bom conhecer todo o processo

e peculiaridades de se atuar com exportação, preste atenção no que está escrito a seguir. É um

ótimo resumo para você, futuro empreendedor.

PESQUISE MUITO BEM OS REVENDEDORES PELOS QUAIS VOCÊ VAI COMPRAR OS PRODUTOS PARA REVENDER

pois apesar de ser um processo simples, que pode ser feito todo pelo seu

computador, vale a pena dar uma pesquisada entra as opções existentes. Lembrando que uma

diferença de preço de um revendedor pode parecer pequena quando vista em dólar, mas

transformando para real essa diferença triplica de valor.

Também vale a pena ficar esperto com os prazos de entrega dos fornecedores. Normalmente

o prazo de entrega é entre 30 e 45 dias, já que estes produtos costumam vir de navio.

Tendo feito as pesquisas necessárias é interessante testar os seus fornecedores. Como? Faça

compras pequenas apenas para entender o processo, ver se os produtos chegam inteiros e

quanto tempo leva. Esses já podem ser seus primeiros produtos para venda ou você mesmo

pode usar para testar antes de vender, o que vai te dar mais segurança e conhecimento na

hora de conversar com seus clientes.

DICA: existem empresas de importação, elas se responsabilizam por resolver todas as questões

burocráticas sobre os produtos que você deseja importar. Apesar delas facilitarem sua vida e

você ganhar tempo essa não é uma boa opção. O trabalho que eles realizam não é muito

complexo e você mesmo, estudando um pouco, pode fazer isso.

Como você vai gerenciar seus produtos: ESTOQUE ou DROPSHIPER?

A regra aqui é bem simples, se você vai vender os produtos presencialmente é preciso ter um

estoque. Ninguém vai querer pagar por um produto para receber daqui um mês.

Mesmo se você for vender pela internet também é legar ter um estoque, existem clientes que

não aceitaram um prazo de entrega tão grande. Por isso sempre tenha um estoque preparado.

É melhor ter o trabalho de gerenciar um estoque do que perder uma venda por falta de

produto a pronta entra.

Caso pretenda trabalhar pelo método dropshiper lembre-se de ficar ainda mais atento com os

fornecedores que você utilizará, pois você está transmitindo as responsabilidades que você

tem com seu cliente para eles. Nesse caso você funciona mais como um intermediador do que

como um revendedor propriamente dito, mas é a sua imagem que está em jogo caso seu

fornecedor não cumpra com as obrigações.

Não preciso nem dizer  prefira  trabalhar com estoque .

DICA: Caso você opte pelo método dropshiper vale a pena pesquisar bem as questões

burocráticas que envolvem esse tipo de venda para fazer tudo conforme a lei.

O próximo passo eu diria que é escolher EM QUAL MERCADO VOCÊ DESEJA ATUAR. Como eu

disse no começo do texto, existem vários tipos de produtos importados que são vendidos aqui.

O principal fator que vai influenciar a escolha do mercado é a sua situação financeira ou

quanto você deseja investir. Por exemplo, alguém não pode querer importar aparelhos

eletrônicos para vender sendo que tem pouco dinheiro para investir. Lembre-se que você vai

comprar em grandes quantidades, e precisará ter o capital necessário para investir no começo

do seu negócio.

Independente de qual mercado escolher, nunca comece oferecendo uma gama muito grande

de produtos. Comece com 3 ou 4 produtos, para sentir o mercado, conhecer o seu público e se

as coisas acontecem dentro do planejado, conforme crescendo você vai oferecendo mais

produtos.

DICA: produtos que possuem uma demanda grande e que varia pouco são os gadgets e

roupas, possuem preços mais acessíveis e por isso mesmo podem ser boas opções para quem

está começando.

É importante entender que não existe uma fórmula mágica para se dar bem nesse negócio.

Você pode (E DEVE) fazer cursos sobre o assunto e ler bastante sobre o assunto, mas essa é

uma atividade como qualquer outra. É preciso muito esforço e dedicação para as coisas

começarem a dar certo. Você provavelmente não vai conseguir tirar R$10.000,00 ou seja lá

quanto você planejou logo no primeiro mês, e nem por isso você pode perder o chão. Essa

atividade é um processo, não acontece da noite paro o dia.

Mas acredito que caso você tenha esse objetivo e se dedique muito a ele, você também

conseguirá fazer sua renda extra ou mesmo viver disso.




 

 

Até mais

 

 

Share

Deseja Trabalhar em Casa e Ganhar Dinheiro Online sem ESQUEMAS DE DINHEIRO FÁCIL? 

Alessandra Cardoso

Alessandra Cardoso Consultora Digital descobriu através do MARKETING DIGITAL a oportunidade para crescer profissionalmente e ter seu próprio negócio.Quando conheceu o MD não tinha a menor noção do que se tratava resolveu sair da zona de conforto e encarar este trabalho como uma nova etapa em sua vida e hoje ela está feliz pois vê os resultados do seu trabalho e mais ainda quando transmite para outras pessoas que elas também podem construir seu negócio Online e ter sucesso.

Website: http://empreendedordiz.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *